CONTENT OF PAGE

5 coisas que atrapalham os esforços para emagrecer

Guilherme Poyares | 25/12/2020

1 - Sono insuficiente

Maus hábitos de sono ou sono insuficiente podem perturbar a função dos hormônios e neurotransmissores de uma maneira que promove um padrão de consumo calórico excessivo e armazenamento de gordura.

  • Percorrer idealmente todas as fases do sono e ficar em alinhamento com o ritmo circadiano ajuda a regular os hormônios que afetam o apetite, a saciedade e o metabolismo.
  • Um padrão de sono insuficiente pode ser um grande prejuízo para seus objetivos, na medida em que seus esforços diligentes para comer e se exercitar podem ser em grande sem sucesso.
  • Procure um alinhamento do ritmo circadiano mais próximo com o nascer e o pôr do sol em diferentes épocas do ano.

 

2 - Luz artificial

O excesso de luz artificial e o cortisol crônico elevado também promovem o desejo por carboidratos, em um esforço para aumentar a energia em um momento em que o corpo realmente deseja estar preparado para dormir.

  • A exposição à luz artificial excessiva após o pôr do sol leva o corpo a pensar que é verão, o ano todo. 
  • Expor-se à luz artificial após o anoitecer suprime a melatonina (o hormônio que promove a sonolência) para mantê-lo alerta.
  • O excesso de luz artificial e o cortisol crônico elevado também promovem o desejo por carboidratos, em um esforço para aumentar a energia em um momento em que o corpo realmente deseja estar preparado para dormir.
  • Esta é a nossa programação genética, se o corpo pensa ser verão, vai nos dizer para comer mais para armazenar gordura para preparar para o inverno.
  • No verão as frutas são mais abundantes e os alimentos mais acessíveis que no inverno, quando olhamos para como nossos ancestrais viviam.

O resultado é um problema de composição corporal, porque o padrão evolutivo humano no verão é consumir quantidades abundantes de carboidratos (ou seja, frutas frescas da estação), produzir níveis mais elevados de insulina do que o normal e armazenar gordura corporal extra em preparação para o inverno, que frequentemente envolvia episódios de fome e menos atividade.

 

3 - Estimulação digital

Os hábitos ideais de sono, estabelecidos por noites com mínima luz artificial e estimulação digital, um ambiente silencioso e escuro para dormir e um despertar natural próximo ao nascer do sol que a deixa alerta e com energia, também contribuem fortemente para os objetivos de composição corporal e saúde geral. 

  • Expor-se à luz artificial após o anoitecer suprime a melatonina (o hormônio que promove a sonolência) para mantê-lo alerta ao estímulo.
  • Pense em como você pode permanecer alerta enquanto fica acordado até tarde para assistir a um bom filme; no entanto, se você estiver em um acampamento escuro, poderá facilmente cair no sono muito mais cedo à noite. 
  • O excesso de luz artificial e o cortisol crônico elevado também promovem o desejo por carboidratos, em um esforço para aumentar a energia em um momento em que o corpo realmente deseja estar preparado para dormir.

 

4 - Estresse

Pessoas ansiosas por reduzir o excesso de gordura corporal através de uma alimentação alinhada a Saúde Ancestral devém manter a consciência da importância de um sono ideal e de técnicas de controle do estresse. 

  • Com os hormônios do estresse elevado antes de deitar, você pode ter dificuldade em adormecer porque a melatonina é suprimida. 
  • Embora o sono seja uma das formas mais importantes combater o estresse, há vários outros elementos envolvidos, incluindo saúde e inteligência emocional que auxiliam o corpo físico a enfrentar o estresse de todas as formas.

 

5 - Insulina

Consumir carboidratos refinados fornece um rápido pico de energia, seguido pela liberação de insulina. 

  • Uma vez que a insulina é moderada por meio da alimentação no estilo ancestral, o sono se torna um componente crítico para manter a composição corporal ideal e a saúde geral.
  • A liberação de insulina suprime a melatonina e estimula a liberação de mais hormônios do estresse na corrente sanguínea após o declínio da glicose no sangue desencadeado pela insulina.
  • Embora esse ciclo de quebra e queima seja desagradável o suficiente durante o dia, é particularmente problemático perturbar o equilíbrio hormonal ideal antes de dormir. 
  • Além disso, você pode experimentar uma “supressão” dos hormônios adaptativos (hormônio do crescimento humano e outros) que normalmente atingem o pico durante o sono para promover a restauração e recuperação ideais do estresse, e uma supressão da função imunológica, desde a reconstrução e restauração de rotina durante a noite.

 

Ficar aquém nessas áreas pode reduzir a eficácia de um excelente padrão de alimentação e exercícios.

compartilhe este post

#vemsecuidar